Acessibilidade


X

COVID-19

Aguarde, carregando...

Utilizamos cookies essenciais para proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de privacidade.

Política de privacidade

Notícia

Notícia

Aluno da APAE de Ariranha do Ivaí conquista medalhas de ouro e bronze nas Paralimpíadas Escolares


29 de Outubro de 2022

Com apenas 16 anos e em sua primeira competição de nível nacional, o jovem Cauan Souza Monteiro de Ariranha do Ivaí conquistou duas medalhas; uma de ouro na categoria por equipes; e uma de bronze na individual

Sob o comando do professor de educação física, Anderson Cleiton de Castro, o aluno da APAE, Cauan Souza Monteiro brilhou e conquistou duas medalhas na modalidade tênis de mesa, em uma das maiores edições nacionais já realizadas das Paralimpíadas Escolares. A competição, que começou no dia 23 de novembro, se encerrou no último fim de semana, com disputas no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP).

As medalhas foram conquistadas em disputas diferentes, a de ouro através da disputa por equipes, e a de bronze na categoria disputa individual.

Aos 16 anos, essa foi a primeira competição de nível nacional que o atleta, que é deficiente intelectual participou. “Essa foi minha primeira competição nacional, tudo o que o professor Anderson passava eu buscava absorver. Fui sem saber o que iria enfrentar, chegando lá me deparei com adversários experientes, e muito preparados. Mas no final deu tudo certo graças a Deus”, conta Cauan.

O professor Anderson, relata que, além dos treinos para o aperfeiçoamento do reflexo, velocidade e estratégias, foi necessário trabalhar também o lado psicológico do jovem. “Treinamos durante quatro meses, e em alguns momentos o Cauan se desanimava e questionava sua capacidade. Percebendo isso eu procurava motivá-lo através de conversas. Então passamos por todas as fases da preparação de um atleta, desde os treinos mais técnicos, como também os de motivação e controle de tensão. E eu percebo que esse aspecto foi fundamental para que ele chegasse mais focado”, ressaltou Anderson.

Com os resultados positivos, Cauan conta que pretende continuar treinando e se aperfeiçoando. “Foi uma honra ter participado dos jogos, minha família, amigos e a APAE comemoraram muito meu desempenho. Estou muito animado e pretendo continuar treinando, para que eu chegue ainda mais preparado na competição do ano que vem. Vou seguir na carreira de atleta, não irei desistir do tênis de mesa”, disse Cauan.

Para Anderson, caso Cauan continue se destacando as chances de conseguir uma bolsa serão altas. “A bolsa Geração Olímpica e Paralímpica são dadas aos atletas que se destacam em suas modalidades, eu acredito que se o Cauan continuar motivado e focado ele pode ter a chance de conseguir uma dessas bolsas e ganhar um incentivo a mais para continuar investindo nos treinos”, disse Anderson.

Ao todo, 74 atletas compuseram a delegação paranaense no evento esportivo para crianças e jovens com deficiência em idade escolar.

Kauan, a esquerda, pretende continuar treinando para as próximas competições. Ao lado, o professor Anderson

Galeria de Fotos


Últimas Notícias

Atualizado em 03/02/2023